Off-Road

Off-Road

REGRAS

Existem inúmeras modalidades de off-road disputadas em vários modelos de motos e categorias, regulamentadas pela FIM - Federação Internacional de Motociclismo e, no Brasil pela CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo.

Em cada um das modalidades, há diferentes campeonatos no Brasil e no mundo. O AMA Motocross, por exemplo, é o maior campeonato de MotoCross do mundo, superando inclusive, o campeonato mundial de MotoCross organizado pela FIM.

As competições de motociclismo off-road acontecem em terrenos naturais e bastante acidentados. Repleto de curvas fechadas onde os pilotos devem executar o movimento certo para derrapar e mesmo assim não perder a velocidade e estabilidade e também com rampas ondem as motos voam alto.

Os equipamentos de segurança são obrigatórios:

Capacetes off-road, viseiras, cintas abdominais, joelheiras, botas, luvas, camisas e calças apropriadas que sejam resistentes ao calor e permitem flexbilidade e desempenho do piloto.

MODALIDADES:

Motocross

Supercross

Freestyle

Quadriciclo

Cross-Country

Rally

Enduro

Trial

PREPARAÇÃO FÍSICA

Os atletas precisam de métodos de treinamentos que melhore o condicionamento físico, pois muitas vezes não é nem o mais rápido quem vence a prova e sim o que consegue manter um ritmo forte por mais tempo. A eficácia de um treino cardiovascular varia de piloto para piloto, levando em conta a sua estrutura física e se pode causar irritação e lesões.

O ciclismo é um dos treinos físicos mais utilizados pelos profissionais, seja mountain bike ou de estrada, devido a semelhança da posição que o piloto fica em cima da moto, com os mesmos princípios de equilíbrio e controle de impacto, ajudando ainda a melhorar a resistência aeróbica, aderência, braços e pernas e ajudando com o balanço e técnicas de pilotagem.

A natação é uma das modalidades de treino mais terapêutica que consegue trabalhar todo o corpo do piloto, desde membros superiores, core e membros inferiores e não tem impacto nas articulações.

O remo está ganhando cada vez mais adeptos para os treinamentos de moto, pois trabalha todo o corpo e movimenta os membros inferiores como nenhuma das outras atividades do programa de treinos e também não possui impacto nas articulações.

Existem vários outros tipos de treinos cardiovasculares que são utilizados por atletas de alto nível como boxe, treinamento funcional, crossfit e outros, basta cada um encontrar o que é melhor para si e treinar pesado. Mas não se pode esquecer que um programa de treinamento completo deve englobar um pouco de cada atividade física para proporcionar diferentes estímulos e trabalhar vários grupos musculares, melhorando o condicionamento físico do piloto, nunca esquecendo o objetivo principal é ficar mais forte e rápido em cima da moto.

Existem várias características que diferenciam o treinamento físico e técnico das diversas modalidades. Essas diferenças entre as modalidades precisam ser treinadas de forma diferenciada e específica considerando o tempo de prova, tipo de pista, características do regulamento, modelo da moto; tudo isto faz com que todo o trabalho físico e técnico deva ser diferente e obrigatoriamente adaptado às condições da competição.

Qualidades físicas como resistência aeróbia e anaeróbia, força dinâmica e estática, flexibildade e agilidade, entre outras, necessitam ser trabalhadas de forma diferente para se atingir o condicionamento desejado. Características psicológicas importantíssimas para o esporte motorizado como concentração, controle do estresse e relaxamento também se diferenciam nestas modalidades. Alimentação e hidratação fundamentais para o melhor rendimento, também se diferenciam principalmente para as corridas de longa duração.

Uma boa programação de treinamento físico, técnico e psicológico, observando-se as competições alvo e focando o objetivo do trabalho, levará o piloto a desempenhos acima da média nas pistas.

HISTÓRIA

A prática do motociclismo off-road no Brasil começou no início da década de 70 quando apaixonados por aventura de todo o país, principalmente São Paulo e Minas Gerais,colocavam suas motocicletas em trilhas como forma alternativa de diversão dos fins de semana.

Em São Paulo, um grupo de amigos começou a se reunir depois que dois deles compraram motos de trial importadas por engano. Havia muitos improvisos e todo o conhecimento sobre motociclismo off-road era obtido através de filmes e revistas estrangeiras.

O impulso inicial para o esporte foi dado em 1974 quando a Honda lançou sua linha XR e outras marcas como a Yamaha começaram a produzir no Brasil máquinas que, embora ainda não fossem específicas, tinham características que auxiliavam os trilheiros. A partir de então, aumentou o interesse em vários e em Minas Gerais foi organizada a primeira competição do esporte, em 1975. Poucos anos depois, em 1983, nascia o Enduro da Independência. A prova existe até hoje é o mais tradicional enduro do país.

Outro grande impulso foi dado em 1990, com a abertura para a importação de veículos para o Brasil. Este fato fez com que, enfim, as motos usadas pelas feras, que já haviam desenvolvido o esporte no exterior, também estivessem ao nosso alcance. Assim, ao invés de improvisar, era possível ter acesso aos lançamentos do ano das principais marcas.

Pilotos importantes de todo o mundo vêm competir no Brasil em provas como o Rally dos Sertões e o Independência Off-Road.

Fonte:

MotoX (motox.com.br)

MXParts (MXparts.com.br)

Webventure (webadventure.com.br)

Moto (moto.com.br)

Fotos Recentes

Vídeos Recentes


Receba novidades