base jumping

base jumping

BASE JUMPING

O Base Jumping é a modalidade do paraquedismo que se destina aos paraquedistas mais experientes e radicais, com saltos de baixas altitudes. A sigla B.A.S.E significa Building Antenna, Span e Earth. Traduzindo para o português: Prédio, Antena, Ponte e Terra. Earth/Terra, nesse caso, refere-se a penhasco.

O objetivo da modalidade é saltar de um prédio, antena, ponte, penhasco ou montanhas. O praticante é equipado com paraquedas projetado para abertura a baixas altitudes, o que significa que a queda é de rápido impacto, reduzindo o tempo de reação e qualquer erro pode ser fatal.

Paraquedistas utilizam o fluxo de ar para estabilizar a sua posição, enquanto que os base jumpers, caindo em velocidades mais baixas, têm menos controle aerodinâmico, e podem cair. A atitude do corpo no momento do salto determina a estabilidade de voo nos primeiros segundos por esse motivo, saltos de baixa altitude têm grande risco de morte.

Um salto a uma altitude de 600 metros, depois de ter estado em queda livre durante pelo menos 300 metros, o jumper cairá cerca de 55 metros por segundo, aproximadamente 10.9 segundos do solo. Sendo que a maioria dos saltos base jumping são feitos com altitude menor de 600 metros.

HISTÓRIA

O nome “base” foi criado pelo cineasta Carl Boenish, sua esposa Jean Boenish, Phil Smith e Phil Mayfield. Carl Boenish, em 1978, filmou o primeiro salto de base usando paraquedas da técnica de rastreamento queda livre em El Capitan, no Parque Nacional de Yosemite. Como a queda tinha sido feita em pouco tempo, em El Capitan aconteceu o nascimento do que hoje é chamado de base jumping.

Quando Phil Smith e Phil Mayfield saltaram junto de um arranha-céu de Houston em 18 de janeiro de 1981, eles se tornaram os primeiros a alcançar saltos de baixas altitudes. Carl desenvolveu o sistema numérico de Base Jumping logo depois. Todas as pessoas que conseguem realizar um pulo são registradas em um caderno. Quando elas completam um pulo de cada tipo, recebem um número BASE em seqüência à última pessoa que completou os quatro tipos de pulo antes. O número de Carl era 4. Em 1984, ele morreu ao tentar fazer um pulo na Noruega. Ninguém testemunhou o pulo, mas aparentemente ele colidiu contra alguma formação rochosa.

Depois de 1978, os saltos filmados en El Capitan foram repetidos, e não como um exercício de publicidade ou cinematográfico, mas como uma verdadeira atividade recreativa. Foi isso que popularizou BASE saltar mais amplamente entre os paraquedistas. Carl Boenish continuou a publicar filmes e revistas informativas sobre base jumping até sua morte em 1984.

CURIOSIDADE

Em West Virginia, nas Montanhas Apalaches do leste dos Estados Unidos, é comemorado o Dia da Ponte, realizado no terceiro sábado de todo mês de outubro.

O New River Gorge Bridge é uma ponte de aço de 924 metros, possui um arco de 518 m de comprimento, e está a 267m de altura do rio que leva o mesmo nome. Foi durante muitos anos, a maior ponte do arco de mundo. A ponte foi inaugurada em 1977 e, apenas dois anos após, teve o primeiro salto de base jumping. Muitos passaram a saltar da ponte e tornou-se tradição ir até West Virginia para o dia Ponte. 

Fonte:

Wikipedia (wikipedia.org)

Official Bridge Day (officialbridgeday.com) 

Fotos Recentes

Vídeos Recentes


Receba novidades