Futebol

Futebol

REGRAS

Disputado tanto no masculino quanto no feminino, o futebol é jogado entre dois times de 11 jogadores cada um, cujo objetivo é deslocar a bola através do campo para colocá-la dentro do gol adversário e ganha a equipe que marcar mais gols ao final da partida. As partidas são divididas em e tempos de 45 minutos cada e intervalo de 15 minutos.

O campo é retangular podendo ser de grama natural ou sintética, medindo um máximo de 120 m e um mínimo de 90 m de comprimento, por uma largura máxima de 90 m e mínima de 45 m. Em partidas internacionais, essas medidas mudam para 110/100 m de comprimento e 75/64 m de largura.

Deve ser marcado com linhas visíveis de no máximo 12 cm de largura, sendo as linhas laterais mais longas e as linhas de fundo mais curtas. Em cada canto do retângulo deve haver uma bandeirola de no máximo 1,50 m de altura. O centro do campo será marcado com um ponto, em torno do qual se traçará uma circunferência com 9,15 m de raio.

A pequena área será delimitada por duas linhas perpendiculares à linha de fundo, traçadas a 5,50 m de cada trave e avançando 5,50 m para dentro do campo, unidas então por outra linha. A grande área terá linhas semelhantes, colocadas a 16,50 m de cada trave a avançando outros 16,50 m campo adentro. Essa também é a área de pênalti, penalidade a ser cobrada de um ponto situado a 11 m do centro do gol. Desse ponto são traçados, no exterior de cada grande área, arcos com 9,15 m de raio.

Em cada canto, a partir da bandeirola, devem ser traçados arcos com 1 m de raio. Na parte central de cada linha de fundo serão colocadas traves, separadas entre si, interiormente, por 7,32 m, unidas em cima por um travessão colocado a 2,44 m do solo. A largura ou diâmetro das traves não pode exceder 12 cm, e do lado de fora do campo elas podem ser guarnecidas por redes.

A bola dever ser de borracha ou couro com uma circunferência entre 68 cm e 70 cm, e peso entre 410 g e 450 gramas.

Além dos jogadores, a partida conta com um árbitro que se ocupa da correta aplicação das normas e mais outros dois árbitros auxiliares. Os árbitros auxiliares devem indicar quando a bola sair completamente do campo de jogo, indicar qual equipe pertence o arremesso lateral, quando for solicitada uma substituição, quando ocorrer uma infração ou um incidente fora do campo visual do árbitro, quando o goleiro se adiantar antes da linha do gol no momento do pênalti.

Um jogador estará impedido se, enquanto seu time estiver com a posse de bola, ele ficar à frente da bola e mais perto da linha de fundo do que dois dos jogadores da defesa adversária.

Se uma partida de mata-mata terminar empatada, os times disputam uma prorrogação de dois tempos, com 15 minutos cada. Se o empate persistir, o vencedor será definido em uma disputa de pênaltis.

Dependendo da falta/infração, o chute pode ser cobrado direto para o gol ou indireto, em que a bola precisa tocar em algum outro jogador antes de entrar no gol. Será marcado pênalti toda vez que a falta ocorrer dentro da grande área.

O lançamento lateral deve ser executado com as mãos, sempre repondo a bola em jogo quando esta sair por uma das linhas laterais. Um gol não pode ser marcado direto de um arremesso lateral. No momento do lançamento, o jogador deve estar de frente para o campo, com os dois pés sobre a linha lateral ou sobre o terreno exterior a esta linha e segurando a bola com as duas mãos e acima da cabeça.

O tiro de meta deve ser feito pela equipe defensiva quando a bola sair completamente do campo pela linha de fundo sem que um gol tenha sido marcado, tendo a bola sido tocada por último por um jogador atacante adversário.

HISTÓRIA

O ato de impulsionar uma bola com os pés para fazê-la chegar a um determinado destino começou na China, entre os séculos 2 e 3 antes de Cristo. Com o nome de Tsu Chu, o jogo consistia em chutar uma bola, feita de couro e recheada com penas e cabelos ou crinas, em direção a uma pequena rede fixada entre duas estacas de bambu. O jogador podia usar os pés, o peito, as costas e os ombros – mas não as mãos –, ao mesmo tempo em que resistia aos ataques dos oponentes. O futebol moderno, entretanto, tem origem bem mais recente. Coube aos ingleses organizá-lo nos moldes que conhecemos atualmente. 

O momento crucial da história do futebol moderno se deu em 26 de outubro de 1863, quando, em Londres, foi realizada uma reunião envolvendo representantes de 11 clubes e os veteranos da Universidade de Cambridge. À época, o futebol era praticado com diferentes regras e um dos objetivos do encontro era buscar uma padronização. Aquele “simpósio” marcou o nascimento da Football Association (FA). Ficou decidido que o futebol seria separado do rúgbi. Foram necessárias, porém, mais seis reuniões nos 44 dias seguintes até que a FA pudesse se organizar efetivamente e as regras fossem oficializadas, o que ocorreu em 8 de dezembro daquele ano.

Em 19 de dezembro de 1863, a FA promoveu a primeira partida de sua história, entre as equipes de Barnes e Richmond, disputada no Limes Field, em Barnes. O jogo terminou empatado em 0 a 0. A primeira partida internacional foi disputada em 30 de novembro de 1872, na Escócia, entre Inglaterra e Escócia, e também terminou empatada sem gols.

O futebol cresceu rapidamente nos anos seguintes. Em 21 de maio de 1904, foi fundada, em Paris, a Federação Internacional de Futebol (Fifa). Em 1930, veio a primeira Copa do Mundo, no Uruguai, com 13 equipes, vencida pela seleção anfitriã. Hoje o futebol é o maior esporte do planeta, com 209 países afiliados à Fifa.

Fonte:

Rio 2016 (rio2016.com)

Brasil 2016 (brasil2016.gov.br)

Comitê Olímpico Brasileiro (cob.org.br)

Wikipedia (wikipedia.org)

Fotos Recentes

Vídeos Recentes


Receba novidades