Pólo Aquático

Pólo Aquático

REGRAS

A piscina em competição olímpica deve ter 20 m de largura e 30 m de comprimento, e não olímpicas pode ter 10 m de largura e 20 m comprimento. Cada time tem 7 jogadores e para diferenciá-los, um time usa toucas brancas e o adversário toucas azuis, os goleiros toucas vermelhas.

A partida tem duração de 32 minutos no total, dividida 4 tempos de 8 minutos cada e inicia-se com a bola no centro da piscina, com os jogadores próximos ao gol do seu time. Quando autorizado pelo arbitro, os jogadores nadam em direção à bola que deve pesar no mínimo 400 e máximo 450 gramas, e o seu diâmetro é delimitado entre 68 e 71 centímetros.

Para mover a bola, enquanto os jogadores estão dando braçadas, nadam empurrando-a com a testa. Para segurar a bola e passar para outro membro da equipe, o jogador deve usar apenas uma mão. O goleiro é o único no time que pode segurar a bola com as duas mãos e os gols têm 3m de largura e 90cm de altura.

Cada ataque deve ter até 30 segundos, se passar desse tempo o time perde a posse de bola. É considerado falta: se o jogador afundar a bola ou deixá-la sob a água, segurar a bola com as duas mãos ao mesmo tempo, empurrar o adversário ou impedir o arremesso dele, tocar o fundo da piscina ou pegar impulso e tocar as bordas da piscina. O jogador pode ficar fora da partida por 20 segundos se cometer uma falta grave e, se o fizer 3 vezes, é expulso. Na fase de mata-mata, a partida pode ir pra prorrogação e para os pênaltis se permanecer empatada.

Marcações na piscina:

Vermelha - 2 metros da linha do gol delimitando que os jogadores não devem receber passes dentro dessa área e também não podem permanecer por muito tempo.

Amarela - 5 metros da linha do gol indicando onde os pênaltis são cobrados e as faltas não podem ser cobradas nesse ponto.

Verde - engloba toda a parte desde a linha dos 5 metros até a metade da piscina.

Branca - fica na linha do gol delimitando a área do goleiro e auxilia o árbitro a notar se a bola entrou completamente ou não. Há também uma linha branca que marca o centro da piscina. 

HISTÓRIA 

O Polo Aquático foi o primeiro esporte em equipes a ser disputado em Olimpíadas. A estreia do esporte ocorreu nas Olimpíadas de Paris, no ano de 1900 e antes de virar modalidade olímpica, o “futebol aquático”, como era conhecido no começo, teve a primeira partida oficial disputada em 1876 – apenas seis anos depois de seu surgimento como uma brincadeira para hóspedes de um hotel.

A evolução foi meteórica. Em 1880, já foi disputada a primeira competição internacional. Em 1888, veio uma mudança drástica: a criação dos gols. Até então, os pontos eram marcados quando a bola passava da linha de fundo. Esse detalhe, por sinal, ajuda a desvendar o mistério por trás do nome do esporte. O polo tradicional também se caracterizava pela marcação de pontos após a bola passar pela linha de fundo.

Nas piscinas do pólo aquático, nenhuma seleção é tão respeitada e temida quanto à da Hungria. Com 15 medalhas olímpicas na bagagem, os húngaros só são superados por uma equipe entre todos os esportes: a Seleção Norte-Americana de basquete.

A Hungria chegou a Londres-2012 com a possibilidade de igualar um feito que apenas os britânicos tinham no currículo: vencer quatro títulos olímpicos consecutivos. Campeões em Sydney-2000, Atenas-2004 e Pequim-2008, os húngaros tiveram a chance de igualar o que a Seleção Britânica fez nas quatro primeiras edições dos Jogos em que o polo aquático foi disputado. Mas o sonho virou decepção, com o quinto lugar em Londres. Foi apenas a sexta vez, em 21 participações, que a Hungria não subiu ao pódio no masculino.

Fonte: 

Rio 2016 (rio2016.com)

Brasil 2016 (brasil2016.gov.br)

Comitê Olímpico Brasileiro (cob.org.br)

Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (cbda.org.br)

Federação Internacional de Natação (fina.org)

Fotos Recentes

Vídeos Recentes


Receba novidades