Vôlei de praia

Vôlei de praia

REGRAS

É um esporte praticado na areia da praia ou numa quadra de areia, dividida em duas partes através de uma rede, sendo praticado por duas equipes de dois jogadores cada, cujo objetivo do jogo é jogar a bola por cima da rede para fazê-la cair na quadra do adversário, bem como evitar que o adversário consiga fazer o mesmo.

O campo de areia deve medir 16 metros de comprimento e 8 metros de largura. A altura da rede é de 2,43 m na disputa masculina e 2,24 m na disputa feminina e a bola tem entre 66 cm e 68 cm de circunferência e pesa 280 gramas.

Cada partida é composta por dois sets de 21 pontos cada e se cada dupla vencer um set, então é realizado um terceiro set, chamado de tie-break de apenas 15 pontos, para o desempate. Se a partida estiver empatada em 20 a 20 num set normal ou em 14 a 14 em tie-break, a dupla precisará abrir uma vantagem de 2 pontos para fechar o set.

Cada dupla só pode tocar na bola três vezes antes de jogá-la para o lado adversário, sendo que cada toque deve ser feito por um jogador diferente. De modo geral, um jogador defende, o outro levanta a bola e o jogador que defendeu faz o saque. Para receber o saque, os jogadores podem se posicionar em qualquer lugar da quadra. Para fazer o bloqueio da bola adversária é permitido apenas um toque.

Os jogadores se revezam entre defesa e saque, exceto a dupla que marcou ponto, que o mesmo atleta continua sacando. O ponto é válido mesmo quando a bola toca na rede antes de cair no lado adversário, entretanto, os jogadores não podem tocar em nenhuma parte da rede. As duplas têm direito a dois tempos de 30 segundos em cada set, e trocam de lado da quadra a cada 7 pontos marcados, enquanto que no tie-break a troca de lado é realizada a cada 5 pontos marcados.

GLOSSÁRIO

Ace – ponto em que, após o saque, a bola cai diretamente na quadra adversária sem que nenhum jogador tenha tocado na bola.

Bloqueio – é quando os jogadores levantam o braço junto à rede para bloquear/impedir a passagem da bola.

Condução – falta cometida pelo jogador quando ele “agarra” ou arremessa a bola ao invés de rebatê-la por meio de um golpe.

Cortada – batida forte na bola, de cima para baixo, para derrubá-la na quadra adversária.

Deixadinha – é quando o jogador da um leve toque na bola junto à rede para enganar a defesa adversária.

Dois toques – quando o mesmo jogador dá dois toques na bola na mesma jogada. É considerada infração e ocasiona na perda de ponto.

Match-point – ponto que pode decidir a partida.

Set-point – ponto que pode decidir um set.

Tie-break – é o “terceiro tempo” usado para desempatar um set.

Peixinho - técnica utilizada na defesa, na qual o jogador mergulha em direção à areia para alcançar a bola.

Reco – acontece quando o jogador posicionado para fazer o bloqueio afasta-se da rede e se coloca em posição de defesa.

HISTÓRIA

Variação natural do vôlei, a modalidade praticada na areia foi inventada em 1895, nos Estados Unidos. Dispostos a praticar o esporte na praia, nas areias da Califórnia, os pioneiros começaram a dar seus saques e cortadas em 1920. Aos poucos, a ideia foi ganhando adeptos dentro e fora dos Estados Unidos, até que, em 1947, foi realizado o primeiro torneio oficial de vôlei de praia. Três anos depois, veio o primeiro circuito, composto por etapas jogadas em cinco praias da Califórnia.

O sucesso da iniciativa motivou a fundação, em 1960, da California Beach Volleyball Association (CBVA), que impulsionou a prática, consolidando a modalidade mundialmente na década de 1980. Arrebatando diversos jogadores de quadra consagrados, o esporte ganhou, na Austrália, o primeiro circuito profissional.

No Brasil, a modalidade passou a ser praticada na década de 1930, de forma amadora, nas praias de Copacabana e de Ipanema, no Rio de Janeiro. Durante as décadas seguintes, o vôlei de praia ganhou milhares de adeptos no país, mas era encarado como mera brincadeira de fim de semana. Isso mudou a partir de 1986, quando se realizou o Hollywood Volley, em Copacabana e em Santos (SP), com a participação de atletas brasileiros e internacionais. Oficializado pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB) após o Hollywood Volley, o vôlei de praia teve o seu primeiro Campeonato Mundial disputado nas areias de Ipanema, em 1987.

Com diversos praticantes em todo o mundo, o vôlei de praia tornou-se modalidade olímpica nos Jogos Olímpicos Atlanta 1996 sendo o esporte que mais rendeu medalhas para o Brasil.

Fonte:

Rio 2016 (rio2016.com)

Brasil 2016 (brasil2016.gov.br)

Comitê Olímpico Brasileiro (cobg.org.br)

Fotos Recentes

Vídeos Recentes


Receba novidades